quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Atores estadunidenses exigem a liberdade dos 5 antiterroristas cubanos


Via Vermelho, com informações da Prensa Latina

Artistas norte-americanos enviaram uma carta ao presidente Barack Obama para exigir a completa liberdade do antiterrorista cubano René Gonzalez, informou na terça, dia 11, o Comitê Internacional pela Liberdade dos Cinco Cubanos.

A carta faz parte da campanha “Atores e artistas unidos pela liberdade dos Cinco cubanos” e pede que René Gonzalez seja liberado para regressar, finalmente, a Cuba e reunir-se com seus familiares.

Entre as personalidades que assinaram a mensagem estão Danny Glover, Edward Asner, Jackson Browne, Peter Coyote, Héctor Elizondo, Mike Farrell, Richard Foos, Elliott Gould, Greg Landau, Francisco Letelier, Esai Morais, Michael Ou’Keefe, Bonnie Raitt, Susan Sarandon, Pete Seeger, Andy Spahn e Haskell Wexler.

René Gonzalez, preso em 1998 e sentenciado em 2001 a 15 anos de prisão sob acusações de conspiração, foi libertado no dia 7 após cumprir sua sentença, mas uma juíza de Flórida negou-lhe permissão para viajar e reunir-se com sua família em Cuba.

“Não só a ordem para que cumpra três anos adicionais sob liberdade supervisionada nos Estados Unidos é abusiva, como também constitui um insulto gratuito que agrava ainda mais as já deterioradas relações entre ambos países”, ressalta a carta.

O texto afirma ainda que “a decisão aumenta a dor da família, que encarará uma separação prolongada por mais três anos”.

Durante os 13 anos em que René Gonzalez permaneceu em uma prisão federal norte-americana, o governo de Washington negou vistos a sua esposa, Olga Salanueva, impedindo-a de visitá-lo, recordou a associação solidária com o povo cubano.

O documento a Obama adverte que, se René Gonzalez permanecer nos Estados Unidos, sua vida correrá perigo diante da agressividade de organizações violentas anticubanas sediadas sobretudo em Miami.

Os atores e artistas perguntam ao presidente: “Como será garantida a integridade física de René Gonzalez no meio de um ambiente que gera tanta insegurança?”

O presidente Obama recentemente declarou que está aberto a novas relações com Cuba, pois esta é a oportunidade perfeita para comprovar sua boa vontade, permitindo que René Gonzalez se reúna com sua esposa, filhas e pais em Cuba: “É o tipo de gesto que poderia preparar essa nova relação”, afirmam os que assinam a carta.

O ator Mike Farrell declarou: “Eu rezo para que o presidente Obama entenda a injustiça cometida contra René Gonzalez e os outros dos Cinco cubanos em nome de jogos políticos. Gonzalez cumpriu sua injusta sentença e agora deve receber permissão para estar com a família”, disse.

O patriota cubano faz parte do grupo conhecido internacionalmente como Os Cinco Heróis, que inclui Gerardo Hernandez, Ramon Labañino, Antônio Guerrero e Fernando Gonzalez.

Os Cinco, como identifica a solidariedade internacional a esses lutadores contra o terrorismo, foram presos em 12 de setembro de 1998 na cidade de Miami. Um processo irregular e fraudulento, conduzido nos Estados Unidos, condenou-os em 2001 a sentenças que vão de dupla pena perpétua até 15 anos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário