domingo, 6 de novembro de 2011

Cuba publica textos inéditos de Che Guevara em Sierra Maestra


O Centro de Estudos Che Guevara, dirigido pela viúva do guerrilheiro argentino, Aleida March, publicou os diários originais que Ernesto Guevara escreveu durante a luta na Sierra Maestra.

Os cadernos de anotações foram a matéria-prima que Che usou para elaborar o mundialmente famoso livro Passagens da guerra revolucionária, seu grande testemunho dos episódios que culminaram na queda do ditador cubano Fulgêncio Batista e na ascensão de Fidel Castro ao poder.

Os diários inéditos foram publicados em um livro, intitulado Diário de um combatente pela editora australiana Ocean Press/Ocean Sur sob a supervisão de Aleida. Apesar de nunca terem sido vistos pelo grande público, as anotações não devem trazer grandes surpresas ou revelações.

Em nota à imprensa, a própria editora confirma que a maioria dos textos já foram vistos, mesmo que em fragmentos, e que um importante grupo de cadernos se perdeu e nunca foi encontrado pelo Centro de Estudos Che Guevara. A editora também disse que as anotações são “elaboradas para uso pessoal” e pouco desenvolvidas e contam com erros de ortográficos e imprecisões, devido ao inicial desconhecimento de Che sobre a geografia cubana e a região da Sierra Maestra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário