quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Trabalhadores cubanos analisarão planos econômicos de 2012

Via Prensa Latina e lido no Solidários

Em janeiro e fevereiro, em todos os centros trabalhistas de Cuba terão lugar discussões e análises sobre os planos econômicos do país para 2012, informou o secretário-geral da Central de Trabalhadores da Ilha, Salvador Valdes.

De acordo com o dirigente, assembleias sindicais acolherão os encontros que entre seus objetivos buscam debater os recursos existentes em cada entidade para cumprir as metas anuais previstas, marcadas na atualização do modelo econômico de Cuba.

“É essencial deixar claro o nível de produtividade que se deve atingir e como se conseguirá”, apontou Salvador Valdes em entrevista concedida ao jornal Granma.

A Assembleia Nacional do Poder Popular aprovou no mês passado o plano da economia e o orçamento para 2012, que incluem um crescimento projetado do Produto Interno Bruto de 3,4 por cento.

Valdes também mencionou a importância da análise nos coletivos trabalhistas de dificuldades como a inadimplência, a qual – precisou – cria condições para a ocorrência de delitos e casos de corrupção.

Ademais, se discutirá sobre o melhoramento das condições de trabalho, em particular questões de manutenção, alimentação e meios de proteção, assinalou.

Cuba atualiza seu modelo econômico a partir de alinhamentos traçados pelo 4º Congresso de Partido Comunista, de abril de 2010, acordos também debatidos pelos trabalhadores da Ilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário