sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Governo da Bahia inicia diálogo com cubanos para intercâmbio nos esportes

Para viabilizar o acordo de cooperação técnica entre Cuba e Bahia, o governo baiano buscará apoio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores.


Representantes do Ministério dos Esportes de Cuba visitaram, na quinta-feira, dia 9, a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), para iniciar diálogo com o governo do estado com vista à realização de um intercâmbio esportivo entre a Bahia e Cuba. Nilton Vasconcelos, secretário de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, e Raimundo Nonato Tavares, o Bobô, diretor geral da Sudesb, receberam a comitiva cubana.

“Ficamos muito felizes em recebê-los aqui e por iniciar esse diálogo. Principalmente por toda a tradição esportiva de Cuba. E temos certeza de que será de muita importância para ambas as partes a promoção dessa cooperação técnica”, disse o secretário Nilton Vasconcelos.

“Viemos apresentar a ideia de um intercâmbio de esportes com o objetivo de cooperação e apoio para desenvolver o esporte na Bahia, com o intuito de trocar experiências para capacitação de pessoal. É um diálogo inicial para identificar as áreas de interesse. O secretário Nilton, por exemplo, nos apontou três modalidades como eixos iniciais: boxe, judô e atletismo”, disse Ileana Alfonso, especialista de Relações Internacionais do Ministério dos Esportes de Cuba.

O caso do boxe é emblemático com relação ao caráter positivo desse possível intercâmbio. Cuba é um dos países mais fortes no boxe olímpico, enquanto a Bahia é, também, um dos estados com mais força no cenário do boxe brasileiro. A seleção brasileira, por exemplo, é formada, em sua maioria, por atletas baianos. Um deles, Éverton Lopes, conquistou o título mundial em 2011.

Para viabilizar o acordo entre Cuba e Bahia, o estado buscará apoio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores. Recentemente, a ABC viabilizou um bem-sucedido acordo de cooperação técnica entre a Bahia e a República Dominicana para transferência da tecnologia do Serviço de Intermediação para o Trabalho (SineBahia) para o país caribenho.

Uma equipe de técnicos da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) já esteve na República Dominicana, explicando a metodologia do SineBahia e passando a experiência para representantes do governo. Também um grupo de técnicos do trabalho dominicano esteve na Bahia para observar de perto o funcionamento do serviço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário