sexta-feira, 16 de março de 2012

Vaticano condena bloqueio dos EUA contra Cuba

Incrível! Finalmente, o Vaticano se manifestou sobre o bloqueio assassino perpetrado pelos EUA a Cuba.


A cúpula da igreja católica condenou na sexta-feira, dia 16, o bloqueio dos Estados Unidos contra Cuba, em declarações que antecedem a visita do Papa Bento 16 à Ilha, na próxima semana.

“A Santa Sé considera que é algo que faz as pessoas sofrerem. Não atinge o objetivo de um bem maior “, disse o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.

“A Santa Sé não acredita que é um ponto positivo e útil”, disse ele em resposta a uma pergunta durante uma entrevista coletiva sobre a viagem que o Papa realiza a partir do dia 23 deste mês para o México e Cuba. Bento 16 vai visitar a Ilha pela primeira vez, entre os dias 26 e 28.

A agenda do papa prevê que ele se encontre com o presidente cubano, Raul Castro. Na entrevista, o padre Lombardi indicou que há também a possibilidade de um encontro entre Fidel e o papa.

“É possível. Não está no programa [...], mas obviamente, se Fidel Castro quiser encontrar-se com ele, o Santo Padre estará disponível”, declarou o porta-voz do Vaticano.

O bloqueio a Cuba completou 50 anos no mês passado e continua a ser a pedra angular da política dos EUA para a ilha do Caribe, localizada a apenas 145 km da Flórida - embora a medida não tenha até hoje cumprido seu principal objetivo, que é o de minar a revolução cubana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário