terça-feira, 15 de maio de 2012

Governo espanhol defende fim do bloqueio dos EUA a Cuba


O grupo Esquerda Unida (IU, sigla em espanhol) cobrou do governo espanhol “maior compromisso” dentro da União Europeia contra o bloqueio comercial, econômico e financeiro imposto a Cuba pelos Estados Unidos, para que nas Nações Unidas “se passe da condenação simbólica à exigência efetiva da legalidade internacional rompida pelo bloqueio”.

José Luis Centella, porta-voz da IU, manifestou seu repúdio ao bloqueio em documento entregue na semana passada ao presidente espanhol Mariano Rajoy.

Em resposta por escrito, o governo espanhol disse que o bloqueio “viola as regras básicas do comércio internacional e foi condenado em várias ocasiões pela Assembleia Geral da ONU.”

O governo espanhol também considerou que “é necessário acabar com esta política”, relata Reuters.

Nenhum comentário:

Postar um comentário