segunda-feira, 29 de abril de 2013

Maduro visita Fidel Castro e reforça aliança com Cuba assinando novos convênios

Convênios de cooperação existem há 12 anos, quando Fidel e Hugo Chavez fizeram uma aliança política e econômica.
 
 
O presidente venezuelano, Nicolas Maduro, visitou no final de semana passado o ex-presidente Fidel Castro, líder político cubano. Os dois se reuniram durante cinco horas e falaram da conjuntura política latino-americana e relembraram o ex-presidente da Venezuela, Hugo Chavez.
 
Maduro também se reuniu com o presidente de Cuba, Raul Castro, para fechar convênios de cooperação bilateral nas áreas de saúde, economia, educação e cultura.
 
Foi a primeira viagem presidencial de Maduro após sua posse, em 19 de abril. Ele havia viajado para participar da Cúpula da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) na véspera da posse, mas na condição de presidente eleito e interino.
 
O presidente da Venezuela falou de seu encontro com Fidel em sua conta no Twitter. “Estivemos cinco horas com Fidel recordando o gigante [Chavez]. Sempre otimistas com a marcha da revolução latino-americana.”
 
Maduro reuniu-se com membros do governo cubano, como o chanceler Bruno Rodriguez Ministros cubanos e venezuelanos estiveram reunidos durante todo o sábado, dia 27, para tratar da chamada “aliança estratégica” entre os dois países.
 
Cuba e Venezuela mantêm convênios de cooperação há 12 anos, quando Fidel Castro e Hugo Chavez fizeram uma aliança política e econômica. Maduro disse que a viagem ratifica e amplia os acordos já existentes e “inicia uma nova etapa de cooperação em diversas áreas”.
 
Ambas as delegações concordaram em revisar conjuntamente a situação de empresas mistas em Cuba e na Venezuela. Também foi assinado um memorando de entendimento para elaborar uma agenda econômica bilateral e médio e longo prazo que facilite a ação coordenada de complementação das relações entre os dois países.

Nenhum comentário:

Postar um comentário