segunda-feira, 3 de junho de 2013

Viva Raul!

 
Nesta segunda-feira, dia 3 de junho, Raul Modesto Castro Ruz completa 82 anos. Nascido no povoado humilde de Birán, no Leste da Ilha, Raul é o quarto filho entre os sete de um imigrante espanhol vindo da Galicia chamado Ángel Castro e de uma trabalhadora, que conseguiu emprego em sua fazenda, Lina Ruz.
Raul estudou no Colégio Jesuíta de Dolores em Santiago de Cuba e, em seguida, no Colégio de Belém, onde cursou Ciências Sociais. Desde a adolescência, ele era um socialista convicto e se uniu à Juventude Socialista, afiliada ao Partido Comunista Cubano, então chamado Partido Socialista Popular (PSP).
 
Ao lado de Fidel, Raul participou ativamente de manifestações estudantis. Em 1953, ele foi um dos integrantes do Movimento Revolucionário 26 de Julho, que atacou o Quartel de La Moncada. Como pena, passou 22 meses na prisão. Durante seu exílio no México, participou dos preparativos da expedição Granma, desembarcando em Cuba em dezembro de 1956.
 
 
Raul conheceu Ernesto Che Guevara no México e o trouxe ao círculo revolucionário de Fidel. Raul também entrou em contato com o agente soviético Nikolai Leonov. Ambos teriam se conhecido durante uma viagem por países do bloco soviético. Esta relação persistiria até tomarem o poder em Cuba.
 
Como combatente do exército rebelde, tomou parte da campanha de Sierra Maestra, em 27 de fevereiro de 1958, e foi nomeado comandante. Teve como missão cruzar a antiga província de Oriente, liderando uma coluna de guerrilheiros para abrir a “Frente Leste Frank País” até o noroeste da Ilha.
 
Depois da Revolução, Raul Castro liderou o comitê da Direção Nacional das Organizações Revolucionárias Integradas e do Partido Unido da Revolução Socialista de Cuba. Foi o segundo secretário do Comitê Central do Partido desde que foi promulgada a primeira constituição em outubro de 1965 e segundo comissário da Assembleia Nacional do Poder Popular desde sua criação em 1976.
 
 
Em 31 de julho de 2006, Raul Castro assumiu o cargo de presidente da República de Cuba durante a transferência temporária de poder em virtude da enfermidade de Fidel Castro, cargo que viria assumir definitivamente em 24 de fevereiro de 2008.

Raul foi também primeiro vice-presidente dos conselhos de Estado e de Ministros, ministro e general máximo das Forças Armadas Revolucionárias desde 1959. Atualmente, ocupa os seguintes cargos: presidente, vice-presidente do Conselho de Ministros, primeiro vice-presidente do Conselho de Estado de Cuba, vice-secretário do Politburo e do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba (PCC), e Supremo General das Forças Armadas (Exército, Marinha e Força Aérea), e atual primeiro na Chefia de Comando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário