segunda-feira, 27 de julho de 2015

O Paraíso dos Mergulhadores

JARDINES DE LA REINA - CUBA

jardines de la reina cuba 718x360 01
O Parque Nacional Jardim de la Reina é o maior do país como uma extensão marítima em torno de 2170 km².
Consiste no arquipélago do mesmo nome e das águas que o rodeiam. 
É o maior reduto virgem de vida marinha cubana, é um dos quatro parques marinhos que existem em Cuba, e terceiro na extensão e o mais natural deles.
Com uma frente de cerca de 150 km foi nomeado Jardins da Rainha por Cristóvão Colombo em homenagem à rainha da Espanha e é composta por um arquipélago de ilhotas estreitas e relativamente pequeno, a maioria deles localizados na borda da plataforma ilha entre 30 e 80 km ao sul das províncias de Ciego de Ávila e Camagüey, que são formados principalmente por bosques de mangue, complexos de vegetação e pequenas tiras de dunas baixas.

O fundo do mar do Parque Nacional se destaca não só pelo seu tamanho, mas por ser o mais conservado e diversificado no Caribe, a abundância de corais, gorgônias, algas, esponjas, moluscos, crustáceos, tartarugas e peixes de grande porte, dão um alto valor estético, educacional e científico. 
É o local de desova das 04 principais espécies de tartarugas marinhas em Cuba. 
O destaque deste parque está em determinadas populações que têm as maiores densidades de biomassa de Cuba e possivelmente das ilhas do Caribe. 
A presença de grandes cardumes de espécimes de peixes e outras águas mais profundas é uma constante neste parque, entre eles estão os tubarões, cabeçudo, brincalhão e o tubarão-baleia dentre outros.

Aqui estão catalogadas mais de 165 espécies de invertebrados marinhos, 60 de esponjas, 77 de corais, 167 espécies de peixes na zona recifal e mais de 58 nas regiões de mangue. 
O número de peixes supera em muito que se vê em outras regiões de CUBA, algo surpreendente, mesmo comparado com outras regiões de proteção marinha do mundo. 

Um dos sinais mais evidentes da saúde dos recifes e grande atrativo para os mergulhadores é a enorme quantidade de tubarões de diversas espécies, sempre os primeiros a sucumbir quando há desequilíbrio do ecossistema, fazendo deste destino um dos melhores lugares do mundo para o mergulho e para mergulhos inesquecíveis com os tubarões!
A preservação incentivada por medidas de protecionismo do governo cubano, é o segredo desse milagre. 

Sua posição geográfica traz uma brisa agradável e águas mornas. A temperatura varia entre 23º a 28º graus no inverno e de 25º a 34º graus no verão.
Em Jardines de La Reina, voce se hospedará num hotel flutuante em meio a um banco de corais,  chamado "La Tortuga" com 3 lanchas rápidas que nos levam aos melhores pontos de mergulho com no máximo 8 mergulhadores na água por ponto, uma exclusividade que só se encontra em Jardines.

Retirado de Viagem e Mergulho

Nenhum comentário:

Postar um comentário